SEÇÃO QUEREM ACABAR COMIGO

Roberto Carlos
“Jorge Bornhausen chegou ao edifício Abril no começo da noite, acompanhado de Antônio Martins, seu assessor de imprensa, e Mauro Salles. Conversou brevemente com Roberto Civita. Em nenhum momento ele pediu que Civita não publicasse a entrevista. Quis saber o que Pedro Collor falava e o dono de Veja lhe disse que era melhor conversar comigo. Recebi o ministro em minha sala, junto com Tales Alvarenga e Paulo Moreira Leite. Ele lamentou a crise provocada pelo irmão do presidente. Disse que o ministério fora totalmente reformado e o governo estava recomeçando em novas bases. Não pediu que a entrevista não fosse publicada, mas indagou se nela havia fatos graves.
–De que tipo, ministro?, perguntei.
–Por exemplo, tem corrupção?
–Tem.
–Tem drogas?, prosseguiu Bornhausen.
–Tem.
–Tem sedução?
–Tem.
–Tem rabo?
–Como, ministro?
–É, tem rabo, homossexualismo?
–Não, não tem.
Bornhausen interrompeu o questionário. Conversamos mais um pouco e ele foi embora”

Em “Notícias do Planalto” de Mario Sergio Conti

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: